18ª FEIRA NACIONAL DO LIVRO DE RIBEIRÃO PRETO

O tema da 18ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto foi proposto para possibilitar um momento de reflexão sobre as produções literárias de todos os tempos e de todas as localidades. o que se deseja é abrir uma porta que guarda do outro lado as histórias da literatura que mais repercutiram junto aos leitores. Seja Dom Quixote, de Miguel de Cervantes (o livro mais vendido de todos os tempos – depois da Bíblia, com 600 milhões de exemplares) ou As Veias Abertas da América Latina, de Eduardo Galeano, autor do Uruguai, país homenageado nesta edição. A proposta é jogar luz, primeiro na história, depois no seu autor. o tema permite colocar, no centro da atenção, autores que morreram e, por isso, precisam ser representados no debate de suas obras, garantindo assim espaço para Machado de Assis, Jorge Amado, Ernest Hemingway, Fiódor Dostoiévski e tantos outros. Essa representação poderá ser feita por outros autores, por especialistas ou por leitores apaixonados. Se uma obra tem muitos significados e, segundo alguns autores, um livro só completa seu ciclo de produção quando é lido. o leitor e suas leituras integram esse processo. Desta forma, abrir espaço para conhecer essas relações amplia o universo da literatura. o tema tem relação com Antonio Candido e seu artigo sobre o Direito à Literatura, fazendo dele o autor da educação homenageado. Sérgio Buarque de Holanda, entre tantas obras, escreveu Raízes do Brasil, um livro e tantas histórias. Como autor homenageado, ele sugere um estudo mais do que oportuno sobre o país. Marina Colasanti transita por muitos gêneros, mas concentra sua produção para o público infantojuvenil. Homenageála nesta área é um reconhecimento à sua dedicação em levar histórias a um público no momento em que ele se descobre leitor. o poeta ribeirão-pretano Camilo Xavier, homenageado, fez da literatura sua oferta de gratidão e espalha livros e histórias como quem deseja salvar vidas. o patrono Sérgio Roxo da Fonseca é um erudito que ilustra conversas com histórias que viveu, mesmo que somente as tenha lido. A intensidade com que fala dos livros e suas mensagens garantem sua homenagem.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s