Recortando Palavras

img803

Recortando Palavras

O público da Feira Nacional do Livro já teve contato com a produção de fanzines desde a edição de 2015, por meio de salões de ideias e lançamentos. Neste ano foi criado um projeto voltado só para a confecção dos zines: o Recortando Palavras, que visa incentivar o potencial criativo dos jovens.

O projeto será realizado exclusivamente com alunos do 9º ano da rede estadual de ensino. Ao longo dos meses, os coordenadores do projeto: os historiadores Arnaldo Martinez de Bacco Junior e Arnaldo Martinez de Bacco Neto, o jornalista Angelo Davanço e o professor João Francisco de Aguiar, vão trabalhar com professores das mais variadas disciplinas um conjunto de textos inéditos de Ignácio de Loyola Brandão, que tratam dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

Os professores, por sua vez, desenvolverão trabalhos sobre o tema com seus alunos. A proposta é que eles adaptem o que aprenderam sobre a obra do escritor para linguagens como histórias em quadrinhos, colagens e literatura.

O resultado deste trabalho dos alunos será a edição de um fanzine por cada escola participante, além de uma coletânea com as produções mais significativas, que serão entregues para a coordenação de cada escola participante do projeto e para o autor homenageado.

Sobre o autor da edição:

Ignácio de Loyola Brandão é escritor e jornalista, nascido em 1936, em Araraquara. Publicou até o momento 45 livros entre romances, contos, crônica, biografias, viagens, infantis. Seu último romance, “Desta terra nada vai sobrar a não ser o vento que sopra sobre ela” esgotou-se no primeiro mês de seu lançamento, em outubro de 2017. Será lançado em Ribeirão Preto. Entre seus inúmeros prêmios, Loyola ganhou o Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras em 2016, além de seis Jabutis. Em março deste ano, o escritor foi eleito, por unanimidade, à Academia Brasileira de Letras e passou a ocupar Cadeira 11, vaga desde 10 de setembro do ano passado, com o falecimento do Acadêmico e Jurista Helio Jaguaribe. Loyola pertence à mesma geração de outros imortais como Nélida Piñon, Antonio Torres, Cícero Sandroni e Rosiska Darcy, Moacyr Scliar e João Ubaldo Ribeiro.

200418_BSP-IGNACIO-LOYOLA-BRANDAO.jpg